domingo, 1 de maio de 2016

Peça do mês – Maio

                                                                         
 Narcisos
Óleo sobre Tela
S.d.
Sousa Lopes
72,1 cm x 42,8 cm
CP – MA
Inv. Nº 84.692

O pintor Sousa Lopes Nasceu em Leiria em 1879. Formou-se na Academia de Belas Arte de Lisboa e foi bolseiro em Paris onde estudou com Fernand Cormon. Expôs em 1906, 1907 e 1912 no Salon de Paris. Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi artista oficial do Corpo Expedicionário Português, período que inspirou a sua produção pictórica posterior. Destaca-se seguidamente com a sua pintura de cariz modernista, embora sem integrar o movimento. Sousa Lopes foi Director do Museu Nacional de Arte Contemporânea de 1929 a 1944, sucedendo a Columbano Bordalo Pinheiro.
A pintura Narcisos representa uma mulher com flores de narciso apanhando o seu cabelo. A figura feminina está representada de perfil, encostada ao que poderá ser uma parede, sobre a qual a luz de frente, fazendo parecer que esta se posiciona em frente a uma janela, através da qual a mulher olha.
A luz reflecte-se no seu corpo e roupas, fazendo destacar-se o tecido vermelho que segura com a mão. O tecido envolve o seu corpo, descaindo do seu ombro, revelando as suas costas e parte do seu vestido azul.
A paleta cromática é vibrante e contrastante, especialmente devido aos efeitos de luz e sombra criados pelo artista. A expressão da mulher é pensativa e de contemplação.

sábado, 30 de abril de 2016

Encontro de Coros - 7 de Maio

Encontro de Coros
7 de Maio de 2016 - 17h00.
Pólo Enoturístico da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
Aceite o Convite.

quinta-feira, 28 de abril de 2016

2º Encontro da Associação Portuguesa de Casas-Museu

A Associação Portuguesa de Casas-Museu (APCM) realizou o seu 2.º Encontro no dia 22 de Abril, na Casa Museu Abel Salazar, em São Mamede de Infesta, Matosinhos. Sob a temática “Programação Cultural em Casas-Museu".

Durante o 2º Encontro, realizou-se a cerimónia de formalização da adesão à APCM das três casas-museu tuteladas pela Câmara Municipal do Porto: Casa-Museu Guerra Junqueiro, Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio e Casa-Oficina António Carneiro.

O Encontro foi marcado por comunicações bastante relevantes sobre essa temática. "Em louvor do mexerico. O poder da(s) narrativa(s) nas Casas-Museu", apresentada pela museóloga Inês Fialho Brandão, com moderação de Samantha Coleman, Conservadora da Casa-Museu Medeiros e Almeida.
Seguiu-se uma visita guiada à Casa Museu Abel Salazar, pela sua Directora, Luísa Garcia Fernandes.
O segundo painel teve como moderador Nuno Prates, Conservador da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça e contou com as comunicações "Mediar pessoas na casa da Pessoa - Contributos para uma programação de proximidade" pelo mediador cultural Miguel Horta e “Gostos que dividem (e se gratificam) em utopias de recepção imprevistas: projectos curatoriais em Casas Museu” apresentado por Fátima Lambert, professora no Instituto Politécnico do Porto e Programadora Cultural em Casas-Museu.
O comentário síntese do Encontro foi feito por Joana Sousa Monteiro, Directora do Museu de Lisboa.



.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Inauguração da Exposição Artes e Culturas 16 de Maria Castelo

Inaugurou, na Galeria de Exposições, no passado dia 18 de Abril, na Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça a exposição "Artes e Culturas'16", da autoria de Maria Castelo.
A exposição surgiu do convite feito à artista para expor durante o Festival Internacional de Folclore Culturas e Artes e baseia-se na diversidade cultural trazida por esta iniciativa.
O Dia dos Monumentos e Sítios foi assinalado pela Casa dos Patudos com visitas gratuitas e a inauguração desta exposição, que contou com a participação do Grupo Folclórico Albandeio.



quinta-feira, 14 de abril de 2016

Espectáculo de Marionetas - O Pedro e o Lobo

Espectáculo de Marionetas - O Pedro e o Lobo
Pela Sociedade Filarmónica de Instrução e Recreio Carregueirense Vitória.
Domingo, 17 de Abril, 16h30
Auditório da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
Aceite o convite

Artes e Culturas 16



Artes e Culturas 16, exposição de Maria Castelo, integrado no Programa do FIFCA, é uma mais valia para a valorização, como diz o título, das Artes e Culturas, uma lufada de ar fresco vindo da paleta de cores fortes e garridas da artista.
Maria Castelo na sua obra mostra-nos a sua capacidade imensa de criar, de dar cor e forma a uma tela que no final é um país em festa. A festa das cores, das artes, da música, enfim da cultura.
Num primeiro momento temos o conhecimento do país, no outro o transforma-lo em arte, o que mostra a imensa capacidade artística de Maria Castelo.
É quando estamos perante este conjunto de obras que percebemos o valor estético da produção pictórica da artista, da verdadeira artista...

Data: 18 de Abril - 17h00
Inauguração da Exposição de Pintura de Maria Castelo, Artes e Culturas 16.
Galeria de Exposições da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios – 18 de Abril de 2016

Realiza-se no próximo dia 18 de Abril o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, instituído pelo ICOMOS Internacional (Conselho Internacional de Monumentos e Sítios).
O tema do ano de 2016 é: Desporto Património Comum.
O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, foi instituído em 1982 pelo ICOMOS e aprovado pela UNESCO no ano seguinte.
A partir de então, esta data comemorativa tem vindo a oferecer a oportunidade de aumentar a consciência pública relativamente à diversidade do património e aos esforços necessários para a sua protecção e conservação, assim como chamar a atenção para a sua importância.
O Dia Internacional de Monumentos e Sítios, 18 de Abril, será comemorado pela Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça/Câmara Municipal de Alpiarça com o seguinte programa:
Data: 18 de Abril
Ao longo do dia - Visitas Gratuitas à Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
17h00
Inauguração da Exposição de Pintura de Maria Castelo, Artes e Culturas 16.
Galeria de Exposições da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.

sábado, 9 de abril de 2016

2º Encontro da Associação Portuguesa de Casas-Museu











Realiza-se no próximo dia 22 de Abril de 2016, na Casa-Museu Abel Salazar, em São Mamede de Infesta o 2º Encontro da Associação Portuguesa de Casas-Museu, dedicado à temática Programação Cultural em Casas-Museu.
Consulte o Programa.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Câmara de Alpiarça recebe medalha de Ouro

No passado dia 28 de Março, na Sessão Solene comemorativa do Dia Nacional dos Centros Históricos, o Município de Alpiarça recebeu a Medalha de Ouro da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH), pelo trabalho notável de recuperação do edifício e dos espaços envolventes da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça. A Medalha foi entregue pelo Sr. Ministro da Cultura, Dr. João Soares e pelo presidente da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico e Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng. Victor Mendes.
Estamos todos de parabéns....
Sejam sempre bem-vindos à Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.



sexta-feira, 1 de abril de 2016

Peça do mês – Abril

Depois do Combate Naval ou O Brinquedo Partido
Óleo sobre Tela
Século XX
Sousa Pinto
88,2 cm x 103 cm
CP – MA
Inv. Nº 84.790

A pintura foi adquirida em 1927 por José Relvas, já perto do final da sua vida, na fase em que tentava dignificar a sua colecção com o que de melhor se fazia ao nível das artes. Ao gosto do realismo, esta pintura de Sousa Pinto mostra-nos já influências do impressionismo, com os quais o pintor terá contactado no meio artístico francês, onde estudou.
Sousa Pinto era natural dos Açores, estudou na Academia Portuense de Belas Artes, onde concluiu brilhantemente o curso de pintura e era um dos membros do Grupo do Leão. Estudou na École de Beaux Arts, no atelier de Cabanel, como bolseiro em Paris. O seu trabalho foi conhecido e agraciado em Portugal e no estrangeiro, tendo recebido diversas medalhas em exposições internacionais. Veio a falecer na Bretanha, local onde residiu e representou frequentemente nas suas pinturas.
Esta pintura mostra, em primeiro plano, um menino sentado sobre uma pequena ponte, à beira de um lago chorando o seu brinquedo partido. O brinquedo trata-se de um pequeno barco com a vela partida que segura numa das mãos, sobre o colo, enquanto com a outra enxuga as lágrimas.
O lago ocupa grande parte da pintura e reflecte vivamente a paisagem e as suas margens, nas quais se encontram árvores verdejantes. Junto ao lago encontra-se um grupo de rapazes, dos quais o rapaz do brinquedo partido se parece ter distanciado.
O primeiro plano é tapado pela sombra de uma árvore, cujas folhas deixam passar feixes de luz, sendo a restante pintura repleta de sol. As cores utilizadas são realistas, aplicadas de forma a captar os efeitos de luz da atmosfera. A luz remetem-nos para um dia quente de verão. Os rapazes são representados descalços e vestidos de forma simples, o que nos faz crer que o rapaz chora pelo seu único brinquedo.

quarta-feira, 23 de março de 2016

Dia Mundia da Árvore e Dia Internacional da Floresta comemorado na Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça




No dia 23 de Março, a propósito do Dia Mundial da Árvore e Dia Internacional da Floresta, as crianças do ensino pré-escolar do concelho de Alpiarça visitaram a exposição de pintura patente na Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
A exposição é da autoria de Natércia e intitula-se "O Trilho das Árvores". Após a visita à exposição foi realizado um atelier artístico, com o apoio da pintora, onde cada criança criou a sua própria árvore.

terça-feira, 22 de março de 2016

Chegada da Primavera


Para assinalar a chegada da Primavera damos a conhecer mais uma peça da nossa colecção.
Um Grupo Escultórico de Meissen.
Inv. Nº 84.1251.

Comemorações Oficiais do Dia Nacional dos Centros Históricos - 2016 - 28-03-2016


Em 2016, as Comemorações do Dia Nacional dos Centros Históricos terão lugar no Município de Alpiarça, na Casa dos Patudos- Museu de Alpiarça. O programa inicia-se às 14h30 com as apresentações dos livros Portugal em Marrocos da autoria de Frederico Paula, bem como de Mais Património da autoria José Miguel Noras. Seguir-se-à uma sessão solene com a outorga da Medalha de Ouro da APMCH ao Município de Alpiarça.
A Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico
deliberou atribuir ao Município de Alpiarça a Medalha de Ouro da APMCH, pelo trabalho realizado na recuperação do centro urbano, com especial destaque para a intervenção global de reabilitação do edifício e espaço envolvente à Casa dos Patudos.
Estamos todos de parabéns....
Sejam sempre bem-vindos à Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.

sábado, 19 de março de 2016

Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça participa no Museu Soares dos Reis, no Porto nas Jornadas “Da Fotografia ao Azulejo.Povo, monumentos e paisagens de Portugal na primeira metade do século XX”

Nos dias 18 e 19 de Março, realizam-se no Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto, as Jornadas “Da Fotografia ao Azulejo.Povo, monumentos e paisagens de Portugal na primeira metade do século XX”
A Casa dos Patudos esteve presente com a comunicação, Os Painéis de azulejo da autoria de Jorge Pinto na Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça: Retratos de Cenas Agrícolas da Quinta dos Patudos pelo Dr. Nuno Prates, Conservador da Casa dos Patudos.
Na sua comunicação destacou a importância das fotografias, realizadas por José Relvas, nos finais do século XIX, que serviram de base aos painéis de azulejos de Jorge Pinto, datados de 1905-1906.


terça-feira, 15 de março de 2016

CASA DOS PATUDOS -MUSEU DE ALPIARÇA VENCE PRÉMIO MELHOR PROJECTO PÚBLICO - PRÉMIOS TURISMO DO RIBATEJO - 2015 DA ENTIDADE REGIONAL DE TURISMO ALENTEJO/RIBATEJO


No passado Domingo, dia 13 de Março, no Centro de Artes de Sines, foram entregues os Prémios Turismo do Alentejo/Ribatejo 2015 que destacam empresas e eventos turísticos da região, Projectos, Meios de Comunicação Social e Entidades que durante o ano divulgaram e promoveram o Alentejo e o Ribatejo.
A cerimónia contou com a participação da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, dos responsáveis pelo Turismo de Portugal, da Entidade Regional de Turismo, bem como de muitos autarcas e agentes turísticos.
O júri decidiu distinguir a CASA DOS PATUDOS – MUSEU DE ALPIARÇA com o Prémio MELHOR PROJECTO PÚBLICO "pelo contributo para o desenvolvimento turístico do Ribatejo" durante o ano de 2015.

 
 A recebê-lo, representando o Município de Alpiarça, estiveram o Presidente da Câmara Municipal, Mário Fernando Pereira, o Vice-Presidente, Carlos Jorge Pereira, e o Conservador do Museu, Nuno Prates. O Prémio foi entregue pelo Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.




Na sua intervenção, o Presidente da Câmara agradeceu a todos os que contribuíram para o Prémio recebido, com destaque para o Conservador do Museu e a sua equipa de funcionários do Município, realçando a importância da Casa dos Patudos – e do seu patrono, José Relvas – e do seu valioso acervo artístico e cultural, constituída como elemento central do desenvolvimento turístico do concelho e da região, referindo também o dinamismo e a constante disponibilidade do Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo / Ribatejo para o trabalho articulado com as autarquias e agentes do sector, na promoção turística da região.

Este prémio representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido, mas ao mesmo tempo um estímulo para fazer da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça um destino turístico de excelência.







Projecto Ler +Jovem



Na manhã de Domingo, dia 13 de Março, integrado no Projecto Ler +Jovem, voltamos a ter uma visita encenada pelos actores/alunos do 11ºB do Agrupamento de Escolas José Relvas.
A visita foi dinamizada pela Dra. Nélia Castelo, Coordenadora do Serviço Educativo da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça, que no papel de Governanta foi desvendando a casa e a sua colecção.
Um obrigado muito especial a todos os alunos do 11ªB e à Professora Lina Duarte, pela disponibilidade e empenho em todas estas actividades.
Bem hajam

Nuno Prates - Conservador da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.

CASA DOS PATUDOS -MUSEU DE ALPIARÇA VENCE PRÉMIO MELHOR PROJECTO PÚBLICO - PRÉMIOS TURISMO DO RIBATEJO - 2015 DA ENTIDADE REGIONAL DE TURISMO ALENTEJO/RIBATEJO.

CASA DOS PATUDOS -MUSEU DE ALPIARÇA VENCE PRÉMIO MELHOR PROJECTO PÚBLICO - PRÉMIOS TURISMO DO RIBATEJO - 2015 DA ENTIDADE REGIONAL DE TURISMO ALENTEJO/RIBATEJO.

segunda-feira, 14 de março de 2016

Exposição "O Trilho das Árvores - Galeria de Exposições - Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça


Foi inaugurada no dia 13 de Março a Exposição de pintura e gravura O Trilho das Árvores, de Natércia, na Galeria de Exposições da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
Na abertura esteve presente o vereador da Câmara Municipal de Alpiarça, Dr. João Pedro Arraiolos.
A exposição estará patente até ao dia 10 de Abril.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Exposição de Pintura e Gravura "O Trilho das Árvores" da autoria de Natércia

Exposição de Pintura e Gravura "O Trilho das Árvores" da autoria de Natércia.
Galeria de Exposições Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
Abertura da exposição- Dia 13 de Março às 14h30.
Aceite o convite.

terça-feira, 8 de março de 2016

Os Violinhos Orquestra, da Academia de Música de Lisboa em espectáculo de homenagem a José Relvas

No dia 5 de Março, dia de aniversário de José Relvas (1858-1929), homenageou-se o Senhor dos Patudos com um espectáculo musical da orquestra Violinhos.



Uma vez mais ouviu-se na Casa dos Patudos o instrumento musical que José Relvas tocava: o violino.
No dia 5 de Março, dia de aniversário de José Relvas (1858-1929), homenageou-se o Senhor dos Patudos com um espectáculo musical da orquestra Violinhos.
Uma vez mais ouviu-se na Casa dos Patudos o instrumento musical que José Relvas tocava: o violino.
Os Violinhos Orquestra, da Academia de Música de Lisboa foi criada em 2003 e tem direcção musical de Filipa Poêjo, acompanhados ao piano pelo maestro António Laertes, os pequenos violinistas encantaram a plateia.
Assumindo-se como uma orquestra de formação, com um carácter pedagógico, a Orquestra Os Violinhos tem também objectivos artísticos e desempenha um importante papel de descentralização cultural.i criada em 2003 e tem direcção musical de Filipa Poêjo, acompanhados ao piano pelo maestro António Laertes, os pequenos violinistas encantaram a plateia.
Assumindo-se como uma orquestra de formação, com um carácter pedagógico, a Orquestra Os Violinhos tem também objectivos artísticos e desempenha um importante papel de descentralização cultural.










8 de Março - Dia Internacional da Mulher



A Camponesa, de José Malhoa, 1903.

 8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Entradas gratuitas para todas as mulheres à Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça.
Horário - 10h00-12h00
14h00-17h00

segunda-feira, 7 de março de 2016

Exposição "José Relvas, a Casa, o Homem e a Colecção" - Arraiolos


A Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça cedeu temporariamente algumas das suas obras ao Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos, para uma exposição temporária, que homenageia a figura de José Relvas e a sua colecção de arte. A exposição intitula-se "José Relvas, a Casa, o Homem e a Colecção" e estará patente em Arraiolos até ao próximo dia 22 de Maio.
Na exposição podem ser apreciadas pinturas, esculturas e ainda peças decorativas, com especial enfoque para os tapetes de Arraiolos, dos quais a nossa colecção tem um espólio significativo.
Foi com gosto que a Câmara Municipal de Alpiarça e a Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça se fizeram representar no passado dia 25 de Fevereiro, na inauguração desta magnífica exposição. Estiveram presentes o Dr. João Pedro Arraiolos, Vereador da Câmara Municipal de Alpiarça e o Dr. Nuno Prates, Conservador da Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça
Aqui ficam algumas imagens da inauguração da exposição.
Fotos – Câmara Municipal de Arraiolos